Clarice Lispector

"O que eu sinto eu não ajo. O que ajo não penso. O que penso não sinto. Do que sei sou ignorante. Do que sinto não ignoro. Não me entendo, e ajo como se me entendesse."

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Hoje (música do Pimentas do Reino)

Hoje doeu no meu peito não ver teu sorriso, por eu te magoar.
Hoje eu angustiado, pois vi apagado, o brilho do teu olhar...
Hoje nós dois nos abrindo mais, nós dois descobrindo mais, pra não nos fechar
Pois sim, nem só de carinho, nem só de beijinhos, o amor viverá.
Pra nós é mais importante, como nós agimos, na hora da dor.
Acho, lhe dá com a verdade, com sinceridade, ser base pro nosso amor...
Eu quero estar crescendo do teu lado, eu quero estar crescendo do teu lado, eu quero estar crescendo do teu lado...
Eu quero ser o teu melhor amigo, eu quero ser um eterno apaixonado, eu quero estar crescendo do teu lado..
Laalaalaa..
Laaalaala..
Laalaalaa..

Eu quero desvendar os seus mistérios, você pra mim é um caso muito sério, eu quero estar crescendo do seu lado...
Se o teu coração não se fechar pra mim, se o teu coração se abrir muito mais,
eu quero estar crescendo do seu ladooo...

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Não tenha medo

Coração, por que você está desse jeito?
Quem foi que te deixou assim
Até que se encontre o culpado
A culpa é somente minha
Tentei evitar te fazer sofrer
E agora vejo que te impedi de viver
Sufoquei você
Pra que o mundo aqui fora
Não te atingisse com uma bala perdida
E do que foi que adiantou
Agora você está em seu leito
Não posso perder você
A vida não terá mais sentido
Volta! Volta a viver
E não tenha medo de sofrer
E não tenha medo de ser feliz
Assim é a vida
Só não pode deixar de viver...


Sua presença


Eu não quero me apaixonar
Eu não vou
Mas é tão mais difícil quando a sua voz não saída minha cabeça
E o seu cheiro não da sai da minha mente
O seu abraço ainda é tão real
E ainda não sou forte como queria
Mas vai passar
Tem que passar
E aquela música me atormenta
E nela, sua voz se destaca
Se eu pudesse arrancar meu coração
Só enquanto ele sara
Seria menos doloroso
Enquanto ele se recupera
Minha voz se cala ao te ver
Minha alma canta ao te encontrar
Mas meu coração grita:
Não! Não faça isso comigo!

Adeus


Se você soubesse quanto tempo levei pra te esquecer
Apagar da memória o que nem aconteceu
E hoje dizem pra mim que só o tempo dirá
Dirá se vou novamente superar
Ou se dessa vez ele vai me vencer
Enquanto isso seguro aquela lágrima nos olhos
E o que meus olhos queriam é te alcançar
Posso te ouvir cantar a distância
Enquanto as batidas do meu coração te acompanham
Encerre já está melodia
Foi o que minhas lágrimas gritavam
Quando tentei fugir do alcance da sua voz
Seria tudo tão mais fácil
Se eu tivesse a certeza de que não vou sonhar com você
Ao cair da noite
Nunca tive medo de dormir no escuro
Ainda não tenho medo de escuro
Mas tenho medo de dormir e sonhar com você
Acordada, até tento controlar meus pensamentos
Mas o coração, não dá
Não dá pra desacelerar ao ouvir sua voz
Conto os segundos pra te ver
Só pra dizer adeus
Quem sabe essa palavra mágica
Possa resolver os meus problemas...

Brincando de ser poeta


Cheguei a pensar que sou poeta
Talvez até seja
Se poeta for escrever e dizer, sem viver
Se poeta for falar de amor
E viver em poesias que retardam a dor
Não creio mais no que digo
Alguém diga pra mim
Pra que eu possa acreditar
Que amar é tão bonito
Que chega a não ter descrição
Vivendo em sua imensidão
E em sua total grandeza

Fazendo agora minha função
Deixo escritas aqui minhas lágrimas
Lágrimas de quem sabe que não se foge do amor
Mas que prefere morrer tentando
A viver sofrendo
Pior do que condenar-se ao último suspiro
É se condenar a não viver nenhum sentimento
Não foi eu quem disse que amar é viver?
Mas pude até prever o sofrimento
Então agora é pegar a borracha
E apagar da minha alma
Os textos que estão descritos Você
Você que se quer sei quem realmente é
Só que acabou meu tempo
De montar esse quebra-cabeça
Zerei o cronômetro
E então acabou o jogo
Brincadeira de criança ou de poeta?
Se ainda não sei quem você é
E ainda não sei quem sou
Deve ser apenas uma piada de mau gosto
Algum trote que a vida me passou
Ah, Vida! Isso não se faz!
Amar não é de brincadeira.